Espionagem Blog

Investigador ou detetive particular: 10 requisitos para contratá-lo

detective privado

Um detetive particular é um profissional que trabalha conduzindo investigações ou buscando evidências em comportamentos, fatos ou determinadas ações privadas, a fim de informar seu cliente por meio de um relatório detalhado que, por vezes, precisa ser homologado por um tribunal competente.

Estes funcionam normalmente para particulares, seguradoras, empresas privadas, entre outros que possam necessitar dos seus serviços.

licença de detetive particular

Para obter a licença de detetive particular, você deve atender a alguns requisitos exigidos pelo Ministério do Interior; são necessárias as seguintes condições:

  • Ser maior de idade.

  • Ter a nacionalidade de um dos Estados da União Europeia ou de um dos que fazem parte do Acordo sobre o Espaço Económico Europeu.

  • Não possuir antecedentes criminais.

  • Possuir a capacidade física e aptidão psicológica necessárias ao exercício das respetivas funções.

  • Em termos de segurança, não ter qualquer sanção por infração grave ou gravíssima nos dois ou quatro anos anteriores ao ajuizamento da mesma.

  • Também não têm condenações por interferência legítima em matéria de proteção do direito à honra e à privacidade pessoal e familiar. Pelo menos cinco anos antes da apresentação do pedido.

  • Não ter sido expulso das Forças e Corpos de Segurança ou das Forças Armadas.

  • Nos dois anos anteriores ao pedido da licença não devem ter sido exercidas funções de controlo de entidade, vigilância ou investigação, serviços ou acções de segurança privada nas Forças e Corpos de Segurança.

  • Tendo superado os testes necessários para o bom desempenho de suas funções.

  • Possuir o grau de Bacharel, Técnico Superior, Técnico em determinada profissão, equivalente ou superior.

  • Possuir o diploma de detetive particular.

  • Para se tornar um detetive particular em qualquer cidade, é necessário concluir os estudos estipulados, correspondendo a um diploma de aproximadamente três anos, que atestam os conhecimentos e habilidades necessários para o desempenho de suas funções.

Contrato

É importante mencionar que, ao contratar um investigador particular, é essencial assinar um contrato mútuo que estabeleça os termos e condições da investigação. Este contrato deve detalhar o escopo da investigação, as taxas, os prazos e as expectativas, bem como qualquer outro aspecto relevante para o caso em questão.

O contrato mútuo oferece proteção adicional tanto para o cliente quanto para o pesquisador, pois estabelece claramente os termos e condições da pesquisa e evita mal-entendidos ou surpresas financeiras. Além disso, o contrato mútuo pode ser usado como prova legal em caso de disputas ou problemas relacionados à investigação.

Recomenda-se que o contrato de mútuo seja elaborado por um advogado especializado em direito trabalhista e contratual para garantir que esteja em conformidade com todas as leis e regulamentos aplicáveis. Também é importante que ambas as partes entendam e concordem com os termos do contrato antes de assiná-lo.

estudos necessários

Como comentamos na pergunta anterior, ser detetive particular é tão importante quanto qualquer outro diploma universitário, portanto é necessário ter estudos para adquirir a licença que permite exercer como tal.

Para exercer esta profissão e obter a sua habilitação ou Carteira de Identidade Profissional (TIP) você deve ter os seguintes estudos:

  • Ter um diploma de bacharel.

  • Conquiste o grau de Técnico Superior.

  • Obter o título de Técnico nas profissões que lhe forem determinadas, ou outro equivalente para fins profissionais, ou superior.

Comunicação

Outro requisito importante ao contratar um investigador particular é a comunicação eficaz. É essencial que o detetive mantenha uma comunicação constante e clara com o cliente, informando-o sobre o andamento da investigação, fornecendo atualizações regulares e discutindo quaisquer mudanças na estratégia investigativa.

Além disso, o detetive particular deve ser capaz de ouvir atentamente as necessidades e expectativas do cliente e estar disposto a se adaptar às suas necessidades específicas. Habilidades de comunicação também são críticas quando se trata de enviar relatórios e evidências detalhadas, pois elas precisam ser apresentadas de forma clara e concisa.

É importante estabelecer um canal de comunicação claro e eficaz desde o início, seja por meio de ligações, e-mails ou reuniões presenciais. Isso ajuda a garantir que tanto o cliente quanto o pesquisador estejam alinhados com os objetivos e a estratégia da pesquisa.

equipe profissional

Além de habilidades e experiência, o equipamento necessário é outro requisito fundamental ao contratar um investigador particular. A equipe certa pode fazer uma grande diferença na qualidade e eficácia da pesquisa.

Por exemplo, a tecnologia de vigilância e rastreamento é essencial para muitas investigações. Isso pode incluir câmeras espiãs (especialmente câmeras espiãs de alta resolução ), microfones espiões , gravadores de voz espiões e localizadores GPS , entre outros dispositivos especializados. Além disso, um investigador particular também pode precisar de equipamento profissional de câmera espiã e videografia para documentar evidências relevantes.

Outros equipamentos importantes podem incluir veículos especializados que permitem ao detetive seguir e observar um alvo sem ser detectado. Além disso, o investigador particular pode precisar de ferramentas de pesquisa e busca de informações, como bancos de dados especializados e software de análise de dados.

É importante garantir que o detetive particular tenha acesso ao equipamento necessário e saiba como usá-lo adequadamente. Isso pode ajudar a garantir uma investigação bem-sucedida e evitar problemas legais ou éticos.

Como é o trabalho de um detetive?

Nos últimos tempos, o trabalho do detetive mudou muito graças aos avanços tecnológicos, suas ferramentas de trabalho variaram e agora são instrumentos básicos para alcançar a resolução de um caso.

  • Atualmente, o trabalho de detetive particular não é amplamente reconhecido, mas em suas funções não é comum que tenham um horário fixo de trabalho, pois envolve vigilância; O horário pode variar de acordo com a necessidade do cliente.

  • Normalmente, seu trabalho envolve encontrar evidências em diferentes situações.

  • Eles realizam investigações de acordo com as necessidades de cada caso.

  • Quando têm todas as provas em mãos, fazem um relatório que será mostrado ao seu cliente e que, por vezes, deve ser verificado por um tribunal.

  • Depois de discutir o caso com o cliente e a pessoa envolvida, tudo isso é fechado com resultados satisfatórios na maioria dos casos.

Para isso, realizam um trabalho investigativo, tendo que colocar os 5 sentidos para investigar sem perder nenhuma pista, obtendo informações de testemunhas, tirando fotos, gravando áudios, seguindo as testemunhas ou a pessoa envolvida e realizando investigações que podem durar de 3 dias a um mês, tudo vai depender do caso, conforme as informações obtidas.


Serviços oferecidos por um detetive particular:

No campo privado:

  • infidelidade conjugal.

  • Separação ou divórcio.

  • Contas duplicadas.

  • Pensões de pensão alimentícia.

  • Comportamento questionável das crianças.

  • Suspeitas sobre o serviço doméstico.

  • sequestros.

  • Vícios e más companhias.

  • comportamentos estranhos.

  • seitas.

  • Custódia da criança.

  • Maus tratos (vigilância e/ou acompanhamento).

  • Acompanhamento de mandados de segurança.

Na área empresarial:

  • Controle de trabalhadores e horários.

  • Roubo, encolhimento e desvio de pedidos.

  • competição injusta

  • Duplicação de trabalho.

  • Defesa da propriedade industrial e intelectual.

Na cena laboral:

  • Licença médica falsa.

  • Controle sobre delegados sindicais.

  • Relatórios pré-emprego.

  • Segurança informática.

  • Seleção de pessoal.

  • Prevenção de roubo.

Quanto um detetive particular pode cobrar?

O orçamento ou taxa para o trabalho de um pesquisador varia de acordo com o trabalho a ser feito. Antes de iniciar o trabalho, será necessário definir se você trabalha por hora, por objetivos.

Será necessário levar em consideração as despesas que surgirem dentro de um acompanhamento e poderão ser cobradas à parte; como a gasolina ou o consumo do local onde o guarda entra, portanto não há preço estipulado, tudo varia de acordo com o investigador.

Conclusão

Em conclusão, contratar um detetive particular pode ser uma decisão importante e difícil de tomar, especialmente se você nunca teve que fazer isso antes. No entanto, seguindo estas dicas, você pode aumentar suas chances de encontrar um investigador particular competente e profissional que possa ajudá-lo a resolver seus problemas legais, financeiros, pessoais ou quaisquer outros.

Lembre-se de que é importante fazer sua pesquisa e garantir que o investigador particular cumpra todos os requisitos legais e éticos. Não tome uma decisão apressada e não se sinta pressionado a assinar um contrato se não tiver certeza. No final, o objetivo é encontrar alguém em quem você possa confiar e que tenha experiência e recursos para resolver seu caso de maneira eficiente e eficaz.